Linguagem corporal

  • Ao se apresentar diante de um público, uma pessoa transmite sua imagem e é por ela também avaliada pessoal e profissionalmente. A linguagem corporal é importante. Portanto, deve-se observar a adequação de movimentos do corpo (gestos, andar, posição do tronco e da cabeça e flexibilização do semblante) e de vestuário.
  • Peça o opinião de pessoas acerca de sua imagem e ouça suas críticas, apesar de eventualmente serem incômodas. Essa consultoria é valiosa, pois representa o olhar do outro a respeito de você. Caso possa também, tire fotografias suas e filme suas apresentações, de modo a ter condições de se avaliar. Observe sua gesticulação, movimentação e expressão facial. Como você está impactando as pessoas?

Vestuário

  • A roupa transmite um estilo da pessoa. Pode afetar a credibilidade junto ao público. A adequação de vestuário se dá em função da situação e do público-alvo.
    Há momentos que o formalismo é imprescindível e outros em que a informalidade é pertinente.
  • O uso de um paletó cria um ar de confiança e respeito, que pode ser decisivo junto à plateia principalmente no início de sua fala em público. Procure saber qual modelo, tecido e cor são mais adequados para seu perfil, para o momento e para o público-alvo, que certamente tem uma expectativa de apresentação da pessoa que irá se pronunciar. Portanto, o vestuário não é somente uma questão de gosto pessoal, mas também de pertinência. Sua imagem está sob avaliação e, por consequência, a sua credibilidade profissional.
  • Para os homens, o paletó deve estar sempre abotoado, pois a gravata não deve ficar totalmente aparente. Esse detalhe faz a diferença, em termos de impacto na comunicação. Se o paletó tiver três ou mais botões, o último fica desabotoado. O comprimento da gravata vai até a fivela do cinto, de modo a não ficar com ponta (seta) aparente durante os movimentos corporais.